NAVEGUE PELO BLOGUE

15 de outubro de 2009






O Museu da Imprensa de Fafe abriu ao público em 25 de Abril de 1996, no Palacete da Rua José Vieira de Castro (recentemente vendido pela Câmara Municipal), onde permaneceu até 2008. Muitas foram as escolas, forasteiros e fafenses que visitaram aquele núcleo museológico composto maioritariamente por espólio tipográfico e documental do extinto periódico com maior longevidade neste concelho, “O DESFORÇO”.

Obsoleto, este museu já não oferecia condições, e em boa ora o executivo Municipal viabilizou a sua transladação para a Casa Municipal de Cultura. O novo espaço, agradável ao visitante e francamente melhorado, alberga uma notável colecção de aparelhos tipográficos operacionalizados - e espécimes documentais únicos que perpetuam a memória da imprensa local fafense.

Dizem os promotores que “este espaço museológico integra-se no conceito de museu local, tendo como base uma colecção tecnológica. Os seus objectivos concretizam-se na recolha, conservação e exibição do acervo documental. A exposição é a função que permite ao museu realizar de modo específico a sua missão cultural e educativa. O Museu da Imprensa de Fafe assume-se como um projecto em construção, aberto à envolvente social, susceptível de integração permanente de nova documentação”. Que assim seja é o que desejamos.
Fafe conta agora com um novo centro interpretativo bem estruturado de visita agradável que indiscutivelmente nos enriquece e deverá ser motivo de orgulho e visita para todos os fafenses.

O Museu da Imprensa de Fafe pode (e deve) ser visitado no horário seguinte:
2ª a 5ª feira – 9h às 12.30h e das 14h às 17.30h
6ª feiras – 9h às 12.30h



Sem comentários: