NAVEGUE PELO BLOGUE

16 de julho de 2010

FAFE NÃO QUER EXPULSAR O Pe. LOPES




Este Homem é de Fafe...e Fafe não vai trocá-lo!


Este Domingo Fafe vai mostrar que a força da razão prevalece às prepotências da hierarquia de uma Igreja cada vez menos credível... não por culpa do Pe Lopes, que durante um quarto de século ao serviço desta cidade nunca foi notícia pela negativa. Espero que desta vez FAFE não seja madrasta e faça prevalecer a sua verdadeira justiça.

Fafe não pode pode ficar indiferente à espera que só alguns intervenham.

É altura de nos unirmos e reconhecer tudo o que este Homem, que optou pela vida sacerdotal, deu a esta terra.

Alguém disse-me um dia: " Para avaliares um homem, pesa as suas virtudes e defeitos".

Estou certo que no caso do nosso Pároco Peixoto Lopes, as virtudes ultrapassam largamente qualquer defeito, próprio até dos "Deuses"


Se é este o novo "modus operandi" da Igreja...eu que fui baptizado, fiz a 1ª Comunhão, a Profissão de Fé , recebi o Santo Crisma e casei pela Igreja, renuncio desde já ao sacramento da Extrema Unção!




"NESTE DOMINGO, NÃO FIQUE EM CASA!!!"

Participe na Manifestação de Solidariedade com o Pe. Peixoto Lopes (11Horas na Igreja Nova)



Jesus Martinho

2 comentários:

Anónimo disse...

É lamentavél acontecer estas coisa fora da igreja, mas mais lamentavél é dentro da própria igreja, igreja esta que deveria dar o exemplo, igreja esta que deveria incentivar os seus fieis a serem cada vez mais humanos, a serem bons,amar o próximo como a si mesmo. Como é possível?

Anónimo disse...

Elogio da sabedoria

" A quem foi manifestada e revelada a ciência da sabedoria ? E quem pode compreender a riqueza dos seus caminhos ? Um só é sábio...aquele que está sentado à direita de Deus"(ecli.1ª.parte, 6,7,8). Certamente não é uma decisão injusta e cruel dos que se julgam sábios, a humilhar a gente honrada de Fafe, que irá desviar este povo bom, na sua generalidade, humilde e solidário, de tentar encontrar o verdadeiro caminho, a verdade e a vida.. Mas Fafenses, as nossas vivências têm de estar de acordo com os nossos princípios. ..quem não se sente, não é de Fafe certamente. Pois bem: no futuro teremos de imitar os pastorinhos de Fátima aprendendo com eles a simplicidade na oração, rezando em conjunto o terço ao domingo, à hora da missa, e deixemos o clero em paz... Também é uma forma simples(gratuita) num mundo de crise em que vivemos que nos poderemos ainda aproximar de Deus.
Estamos tristes, porque fomos humilhados, abandonados e até desprezados pela hierarquia da Igreja, decepando sem dó nem piedade o nosso conterrâneo Padre Lopes, símbolo de missão, de referência, de simplicidade e estabilidade para a comunhão eclesiástica. Pois bem: que Deus os julgue de forma justa, isto é, à luz do Direito Canónico(com contraditório pleno), porque, agora Fafense que se preze vai começar a pensar duas vezes se vale ou não a pena sustentar uma organização religiosa que não tem em consideração os apelos à clemência dos seus fieis.
Quem mais errou nesta situação que não seja covarde.Atire a primeira pedra !