NAVEGUE PELO BLOGUE

7 de setembro de 2010

CENTENÁRIO DO NASCIMENTO DE CARLOS TEIXEIRA (1910-2010)


O agrupamento de Escolas Prof. Carlos Teixeira organizou um conjunto de eventos para comemorar os cem anos do nascimento do seu Patrono.



O programa tem início no próximo dia 17 de Setembro, pelas 21h30, com a abertura da exposição “Carlos Teixeira – Uma vida ao serviço da Geologia”, na Galeria da Casa Municipal de Cultura. Nesta mesma noite serão também apresentadas duas comunicações por Jorge Pamplona e Manuel Ferreira.



No sábado 18 de Setembro, pelas 10h00, na Escola EB 2,3 Prof. Carlos Teixeira, Fernando Noronha fará uma palestra a Geologia da região de Fafe, seguindo-se um percurso geológico.



Em 23 de Setembro, dia do nascimento do celebrado um vasto programa de actividades vão desenrolar-se ao longo da jornada com destaque para uma homenagem na Biblioteca Municipal de Vieira do Minho e uma Romagem ao cemitério de Rossas onde será depositada uma coroa de flores na sepultura de Carlos Teixeira.


Às 15h00 no Teatro-Cinema de Fafe terá lugar uma sessão Comemorativa com uma série de comunicações proferidas por: Avelino Barroso, Teresa Salomé Mota, João Pais e Rogério Rocha.



Segue-se um concerto musical por alunos da Academia de Música José Atalaya e por fim, pelas 18h15, a sessão de encerramento.



O Município de Vieira do Minho associa-se também a estas comemorações, desenvolvendo um conjunto de iniciativas nos dias 1, 2 e 8 de Outubro próximo.








Nota Biográfica

Carlos Teixeira nasceu na freguesia de Aboim, concelho de Fafe em 23 de Setembro de 1910.

Fez a instrução primária na Escola de Casas Novas em Chaves. Entre 1922 e 1929 frequentou os liceus de Chaves e Braga.


Completou a licenciatura em Ciências Histórico-Naturais em 1933 pela Faculdade de Ciências da Universidade do Porto. No ano seguinte foi contratado como assistente de Botânica da mesma Faculdade e, em 1937, como naturalista do Museu e Laboratório Mineralógico e Geológico.


Foi bolseiro do Instituto para a Alta Cultura, fazendo estágio no Instituto Geológico da Universidade de Lille em França.


Em 1944 doutorou-se em Ciências Histórico-Naturais e dois anos depois ingressou como 1º assistente na Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa.


Em 1950 tornou-se Professor Catedrático daquela Universidade.


Amante da pré-história e da Antropologia, Carlos Teixeira enveredou pela área da Geologia, produzindo mais de meio milhar de trabalhos, produto dos muitos estudos geológicos em Portugal Continental e nas antigas Colónias portuguesas.


Enquanto colaborador dos Serviços Geológicos, foi autor de algumas folhas da cartografia geológica portuguesa. Em 1972 foi o principal responsável pela 4ª edição do mapa de Portugal continental à escala 1: 5000.000.


Homem de carácter vincado, geólogo de campo por excelência, Carlos Teixeira foi uma figura grande da Geologia Nacional e, nem mesmo no fim da sua vida, já sem visão, abandonou os trabalhos, ditando-os a colegas e amigos.


Carlos Teixeira faleceu a 7 de Junho de 1982.


Sem duvida um fafense destacado, pioneiro na criação de Escola, na sua área. A Escola também o reconheceu e escolheu para Patrono; O actual Agrupamento de Escolas Professor Carlos Teixeira desta cidade.

1 comentário:

Anónimo disse...

ta muito bem feito