NAVEGUE PELO BLOGUE

18 de setembro de 2010

OS VELHOS MARCOS DE CORREIO


Marcos de Correio na Rua Bombeiros Voluntários

Os velhos Marcos de Correio são marcas de um tempo não muito longínquo. Um tempo em que os serviços primavam em servir a população, facilitando a vida aos cidadãos. Agora... com o "Simplex" é a "montanha que vai a Maomé", que é como quem diz, quem quiser enviar correspondência, que se desloque aos Correios. Então não é mais simples? para quem?... isso é outra questão que fica para a apreciação do caro leitor.

Em Fafe, como em todas as terras deste nosso Portugal, os marcos e caixas de correio facilitavam a vida dos cada vez mais pobres contribuintes que muitas vezes percorrem quilómetros para enviar uma simples carta. É o progresso, dirão aqueles que podem pagar para não perder tempo na fila dos Correios. Mas o progresso introduziu automatismos, máquinas para tirar selos... normalmente nas fachadas dos edifícios dos Correios... e quem as usa?!

Já lá vai o tempo em que o carteiro recolhia e distribuía. Acabou a prática  de encher o saco nas caixas e marcos de correio. Está portanto tudo facilitado... todos ao molho para os Correios. É só tirar a senha e esperar pelo sinal sonoro. Enquanto espera pode: ficar sócio de um clube de futebol, escolher um livro, comprar uma T-shirt, um DVD, um telemóvel, etc. etc. etc... É o habitual "assédio" ao comsumidor. 

Os velhos Marcos de Correio foram extintos. São portanto Património a preservar, simbolos de outros tempos, testemunho de uma memória colectiva.
Em boa hora o Município conservou estes Marcos fabricados na fundição "Somepal" em Pampilhosa no ano de 1997.


E vai um fadinho para aliviar o "Simplex"

Sem comentários: