NAVEGUE PELO BLOGUE

22 de novembro de 2010

CURIOSIDADES DE UMA VILA NO SÉCULO XIX

No século XIX em Fafe já se conduzia sem “carta”!





O jornal “O Desforço” numa sua coluna de primeira página intitulada “Coisas de Fafe” apresenta uma forte critica a propósito da circulação de carros na vila… estamos a falar obviamente de veículos de tracção animal.

O referido periódico afirma a ocorrência de inúmeros acidentes, atribuindo a culpa à inexperiência de muitos cocheiros que “Quasi todos ou todos os dias tranzitam nas estradas d’este concelho guiando vehiculos, que na maior parte não teeem as respectivas habilitações para guiarem carros e que não possuem diploma passado por alguma câmara municipal que os autorise a exercer legalmente o modo de vida de cocheiro”.

“O Desforço diz haver em Fafe “umas posturas que teem a pretenção de cohibir os abusos que aqui e ahi se praticam”.

“Mas ninguém faz caso d’essas posturas”… acusando ainda: “É dos nossos… passesse-lhe a mãosinha pala cara, fazendo-lhe bichinha gata. Não é dos nossos… administração do concelho com elle”.

Lembramos que pelo centro de Fafe daquela época passava a estrada Real nº 32 que seguia em direcção a Caves, notando-se um significativo acréscimo de trânsito em épocas balneares. Pela vila passavam muitos forasteiros com destino a Vidago e Pedras Salgadas.

Ao que parece conduzir charretes e coches puxadas a cavalos sem “carta” já era proibido naquela época.

Fonte: Jornal “O Desforço” 17 de Setembro de 1896”



















Sem comentários: