NAVEGUE PELO BLOGUE

23 de março de 2011

CARLOS AFONSO "TIMONEIRO" DAS JORNADAS LITERÁRIAS DE FAFE

Carlos Afonso malhou centeio em Aboim
e deu um "abanão" à Cultura fafense


As Jornadas Literárias de Fafe tiveram a colaboração de um conjunto de boas vontades que generosamente contribuíram para a construção de um evento gigantesco. Mas as Jornadas Literárias de Fafe têm um mentor, um timoneiro, um rosto: Carlos Afonso, um transmontano que diz ter Fafe no coração. Homem de trato simples, complexo na sua essência, pedagogo competente, prosador e poeta, Carlos Alberto Ferreira Afonso é Povo, é erudito, é sábio e admirador das coisas simples, meticuloso até à exaustão, um ser Humano que facilmente nos cativa pela sua invulgar humildade.

Carlos Afonso “sonhou e a obra nasceu”… e cresceu! Cresceu tanto que mesmo fungando-se ao protagonismo, – a que teria todo o direito – em final de festa foi muito justamente homenageado, sendo-lhe reconhecido o mérito de um trabalho generoso ao qual se entregou de corpo e alma, oferecendo a Fafe uma forma inovadora de fazer Cultura, num conceito “democratizante” que certamente terá continuidade, com maior visibilidade fora de Fafe… teria aqui falhado uma divulgação mais eficiente? Ou será que os órgãos de informação nacionais não ligam peva ao interior? Seja como for, certo é que este evento teria merecido maior cobertura pela comunicação social nacional.

Sem comentários: