NAVEGUE PELO BLOGUE

13 de abril de 2011

GALA DA BANDA DE GOLÃES PAUTOU-SE PELO SUCESSO



As portas do velho Teatro-Cinema de Fafe abriram-se na noite do passado sábado 9 de Abril, para receber a Gala de homenagem ao Padre António Coelho de Barros e a outros benfeitores desta antiga colectividade.

Com a apresentação de Armando César e uma sala completamente lotada, o espectáculo começou com uma interpretação do “Ave-maria” por Ana Sofia Couto, acompanhada ao piano por Carla Nogueira; Tiago Ferreira dirigiu um coro infantil que cantou dois temas também muito aplaudidos. Seguidamente o público presente visionou um pequeno vídeo que retratou um pouco da longa História da banda e de muitas personalidades que por ela passaram e estão. José Baptista discursou em nome da Sociedade Artística Fafense, agradecendo a todos os que, ao longo de muitas décadas contribuíram para o engrandecimento da mais velha filarmónica de Fafe, destacando o principal homenageado da noite, o Padre Barros, homem que dedicou uma boa parte da sua vida a esta agremiação à qual deu figura jurídica. José Baptista falou também no futuro, destacando a importância da escola de música da banda, que continuará a formar jovens, para também virem a integrar a filarmónica.

José Ribeiro, Presidente do Município de Fafe foi também chamado a discursar, proferindo palavras de profundo agradecimento e consideração pelo Pe. António de Barros; congratulou-se com a nomeação da nova Direcção e fez questão de abraçar o grande Homenageado.

O acto continuou com a actuação da Banda de Golães, integrando um número significativo de jovens. As duas peças interpretadas foram entusiasticamente ovacionadas pelo público em pé.

Terminava assim a primeira parte do espectáculo que reiniciou com a actuação de um trio de piano, trompa e violino.




O actual Presidente da Direcção, Joaquim Lima protagonizou o momento alto da cerimónia laureando o Pe. António de Barros que por entre muitas palmas, recebeu o merecido galardão. Seguiu-se a entrega das medalhas aos restantes homenageados, alguns a título póstumo: Cândido Mota, Aníbal José Rodrigues, António Sousa, Alfredo Freitas, Damião Monteiro, António Marques Mendes, Fernando Baptista e Francisco Araújo Castro.

O espectáculo continuou com nova actuação da filarmónica de Golães, que terminou com a interpretação de uma versão do Hino de Fafe.





Sem comentários: