NAVEGUE PELO BLOGUE

27 de abril de 2011

MUNICÍPIO ENTREGOU PRÉMIOS LITERÁRIOS



O Município de Fafe que mantém a tradição de realizar uma Sessão Solene comemorativa da Revolução de Abril, mais uma vez premiou obras literárias, agraciando dois autores fafenses e uma investigadora de origem transmontana.






Daniel Bastos e Maria Adília Fernandes foram os vencedores do Prémio Literário A. Lopes de Oliveira/Câmara Municipal de Fafe. O Júri deste concurso que avaliou estudos histórico-sociais de âmbito local e regional foi composto por José Viriato Capela, docente da Universidade do Minho, José Carlos Mendes e João Carlos Pascoinhos do Instituto de Estudos Superiores de Fafe. Artur Coimbra, sem direito a voto, representou o Município.

Maria Adília Fernandes



Este prémio, referente a obras publicadas em 2009 e 2010, foi entregue ao historiador local Daniel Bastos pelo seu trabalho “Fafe – Estudos de História Contemporânea”. No âmbito regional foi agraciado “O Lugar Feminino no Liceu Sá de Miranda (1930-1947) da investigadora Maria Adília Fernandes.







Prémio de História Local foi para Artur Magalhães Leite





O Prémio de História Local “Câmara Municipal de Fafe” foi este ano entregue ao investigador fafense Artur Magalhães Leite pela sua obra “O Ensino em Fafe (1750 – 1974).

Este trabalho, publicado em 2005, “mostra a evolução do ensino em Fafe ao longo dos anos e apresenta o resultado das pesquisas efectuadas neste âmbito”.

Artur Magalhães Leite, docente e escritor é natural da freguesia de Fareja. Estudou no Seminário do Verbo Divino, ingressando depois na Universidade Católica de Braga. Já na Universidade do Porto concluiu a licenciatura em Filosofia. Actualmente é professor na Escola EB 2/3 Montelongo nesta cidade.







Sem comentários: