NAVEGUE PELO BLOGUE

5 de abril de 2011

PADRE ANTÓNIO BARROS VAI SER HOMENAGEADO EM GALA DA BANDA DE GOLÃES

Banda de Golães

Na noite deste sábado, 9 de Abril, no Teatro-Cinema loval, a Sociedade Artística Musical Fafense – Banda de Golães, vai realizar uma gala de homenagem, lembrando todos aqueles que ajudaram ao socesso da mais antiga filarmónica de Fafe, focando especialmente um dos seus maiores obreiros: O Padre António Coelho de Barros.

Este evento incluirá um concerto pela Banda de Golães e cerimónia de entrega dos galardões.

O acontecimento cultural tem entradas gratuitas, através do levantamento de ingressos.


DR, Fafe com

Nota biográfica

António Coelho de Barros nasceu na freguesia de Golães, concelho de Fafe em 20 de Setembro de 1922. Frequentou o ensino primário nas escolas de Golães e Arões.

Com apenas 12 anos de idade ingressou no seminário de Braga, onde cursou Humanidades, Filosofia e Teologia.

Ordenou-se em 8 de Junho de 1947 e cantou a sua Missa Nova na Igreja Nova de S. José, por ocasião da romaria à Senhora de Antime.

O Padre Barros foi redactor, colaborador na imprensa local, professor e amante da História, com vários trabalhos publicados na Revista D. Fafes, editada pelo Núcleo de Artes e Letras, do qual é sócio.

A sua paixão pela Banda de Golães vem desde tenra idade, chegando a Presidente da Direcção, lugar que ocupou durante 32 anos, entre 1958 e 1990.

Esta sua longa e dedicada acção ao serviço da filarmónica, valeu-lhe a Medalha de Prata de Mérito Concelhio, entregue pelo Município de Fafe em 25 de Abril de 1991.

Com 64 anos ao serviço da Igreja, o sacerdote chegou a acumular várias Paróquias, por onde espalhou sentimentos de grande simpatia, admiração e respeito.

Em 2000 foi agraciado com a Medalha de Mérito Público - Grau Ouro, pelo Município de Cabeceiras de Basto.

Com 88 anos de idade o grande obreiro da Banda de Golães recebe agora a merecida homenagem e o reconhecimento da sua invulgar dedicação.



Sem comentários: