NAVEGUE PELO BLOGUE

4 de março de 2012

“LEÕES DO FERRO” RECRIARAM QUOTIDIANO OPERÁRIO





Integrado no vasto programa das III Jornadas Literárias de Fafe o Grupo “Leões do Ferro” produziu uma recriação sobre o quotidiano dos operários da extinta Fábrica do Ferro.
O evento aconteceu na tarde de ontem, sábado, 3 de Março e contou com a participação de dezenas de homens, mulheres, jovens e crianças que não tiveram medo à chuva e proporcionaram momentos únicos, cenas fantásticas de um tempo ido que para alguns moradores do Bairro do Ferro ainda traz muitas recordações.
Os figurantes, vestidos a rigor, partiram do centro do Bairro até ao largo onde se encontra a efígie de José Cardoso Vieira de Castro, fundador daquela unidade fabril repleta de história e memórias que os “Leões do Ferro” quiseram lembrar num impar evento cultural.
Em jeito de homenagem, várias crianças depositaram uma coroa de flores junto ao memorial do anfitrião daquele dia. O cortejo regressou ao centro do Bairro onde foram recriadas cenas da vida dura e ao mesmo tempo alegre daqueles operários de antanho que fizeram história na indústria fafense.
A sardinheira, a leiteira, as lavadeiras, a entrada na fábrica sem antes deixar os filhotes na creche e na escola, são apenas alguns exemplos da extraordinária recriação a que assistimos na tarde de ontem, organizada por um grupo cada vez mais unido que mais uma vez provou a sua força e amor por uma memória que não quer perder, uma raiz que os orgulha e tão bem representaram.
Parabéns aos “Leões do Ferro”!
Na sede da Associação foi ainda instalada uma exposição intitulada “Ao Encontro do Industrial José Cardoso Vieira de Castro”, com material fotográfico e espólio variado de uma fábrica centenária que bem teria merecido um centro interpretativo, preservando a memória daquela que foi a maior unidade fabril do concelho.
Ainda não será tarde...


















Sem comentários: