NAVEGUE PELO BLOGUE

24 de maio de 2012

MUNICÍPIO QUER PRESERVAR ÁRVORES



O Executivo Municipal de Fafe deliberou, na sua última reunião, aprovar por unanimidade uma proposta do Grupo de Cidadãos “Independentes por Fafe” no sentido de a Câmara Municipal, em parceria com as juntas de freguesia, promover “a identificação e localização de árvores – Monumentos vivos – ou conjuntos de árvores, que julguem ser de especial interesse preservar”.
Poderão estar neste caso, desde logo, as singulares manchas de carvalhal que enxameiam a zona norte do território concelhio.
No documento, refere-se ainda que, após essa identificação e localização, deverá a Câmara Municipal desenvolver o processo de classificação desses exemplares junto da Autoridade Florestal Nacional. Concluído este, deverá a autarquia criar um guia das árvores de “Interesse Público” no concelho e proceder à sua divulgação.


Os proprietários de exemplares que obtenham a classificação de “Interesse Público”, ainda segundo a proposta aprovada, “deverão ser sensibilizados para a importância da sua preservação e receber, por parte da Câmara, um diploma referindo tal facto”.
Na base desta proposta estiveram as conclusões e recomendações da Comissão Municipal para a Agricultura e Desenvolvimento Rural, no âmbito da Assembleia Municipal, quanto à floresta.
Fafe é considerado um concelho constituído predominantemente por áreas agrícolas e florestais, existindo no concelho árvores que se distinguem de outras das suas espécies pelo seu porte, desenho, idade, raridade, interesse histórico ou paisagístico.
É também considerado que as árvores e os maciços arbóreos constituem um património de elevadíssimo valor ecológico, em grande medida desconhecido da população do concelho.

FONTE: MUNICÍPIO DE FAFE (DCDJ)

Sem comentários: