NAVEGUE PELO BLOGUE

23 de novembro de 2012

MAIS UMA TENTATIVA DE TIRAR COMPETÊNCIAS A FAFE TRANSFERINDO-AS PARA GUIMARÃES - A POSIÇÃO DO EXECUTIVO FAFENSE


CÂMARA DE FAFE PROTESTA CONTRA DESLOCALIZAÇÃO DA DIREÇÃO DO CENTRO DE EMPREGO


A deslocalização da direção do Centro de Emprego de Fafe para Guimarães motivou uma reunião entre o presidente da Câmara, José Ribeiro e o diretor regional do Norte do Instituto de Emprego e Formação Profissional, César Ferreira.

 Na sequência, o autarca fafense remeteu àquele dirigente uma carta em que reitera o protesto da Câmara pela deslocação da direcção do Centro de Emprego para Guimarães, “em virtude da concentração operada pela nova estruturação do Centro de Emprego do Médio-Ave e, sobretudo, por ter tomado conhecimento de tal através da comunicação social e não pelo IEFP, como devia”.

Segundo o autarca, a explicação que foi dada é que tal decisão obedeceu a critérios nacionais que têm a ver com o número de inscritos nos centros de emprego, e Guimarães tem o dobro de Fafe.

 Ainda assim, José Ribeiro considera aquele comportamento, no mínimo, “deselegante, incorrecto, contra o protocolo e revelador de um autoritarismo e arrogância a que, há muito, não estava habituado”.

Numa linguagem de alguma dureza, o presidente da Câmara de Fafe pondera que tal atitude “atenta contra as boas regras de conduta na relação entre organismos do Estado, com a assinalável diferença que eu represento a população, fui eleito, e esse organismo e V. Excia não têm essa legitimidade. Demais, arrogo-me ainda o direito a ser consultado, o que, obviamente, não aconteceu”.

 José Ribeiro aproveita a missiva para, na sequência de conversas anteriores, avançar com a eventual possibilidade de uma permuta de instalações entre os dois organismos, a qual a Câmara “gostaria de ver tomada”.

Fonte: Município de Fafe



Sem comentários: