NAVEGUE PELO BLOGUE

2 de fevereiro de 2013

FAFE FOI CAPITAL DO TEATRO POR TRÊS DIAS




No passado fim-de-semana 25 a 27 de Janeiro, Fafe acolheu o XI Fórum Permanente de Teatro, uma iniciativa da Federação Portuguesa de Teatro Amador em parceria com o Grupo Nun´ Álvares/Teatro Vitrine, com o apoio do Município de Fafe.
Durante três dias a cidade recebeu 180 participantes, oriundos de diversos pontos do país, afectos a 26 grupos de Teatro.
O Fórum Permanente de Teatro é a actividade maior da FPTA, tendo como objectivos principais a criação e organização de espaços e meios de formação, informação e análise; promoção e troca de experiencias, divulgação de produtos culturais, circulação de espectáculos, definição de políticas culturais e estabelecimento de parcerias.
O evento teve início na noite de sexta-feira, 25, com a apresentação da comédia “Bollingbrook” pelo grupo de teatro local “Vitrine”.
No sábado, a cerimónia de abertura realizou-se na sede do Grupo anfitrião - Nun’alvares, surpreendendo o público com a entrada do Grupo de Patinagem Artística da mesma associação, com 2 magníficos esquemas.
Tomaram de seguida a palavra, Pompeu Martins vereador da cultura, Orlando Alves presidente do Grupo Nun’alvares, José Menéndez presidente da Federação Espanhola de Teatro Escenamateur, Sandra Barradas presidente da Federação Portuguesa de Teatro, recebendo todos os participantes de forma muito entusiasta.
 Artur Coimbra falou sobre a ligação de Fafe a Camilo Castelo Branco, autor homenageado no evento.




 Após a abertura oficial do Fórum, iniciaram os painéis de formação de actores, Iluminação de Cena, Cenografia, Adereços, Caracterização e Escrita Criativa. Cerca de uma dúzia de formadores creditados transmitiram os seus conhecimentos durante dois dias de intensa actividade teatral, que decorreu nas instalações da sede do Grupo Nun´Álvares.
De regresso ao Teatro-Cinema, o grupo espanhol “Jachas Teatro”, de Cáceres, apresentou a peça “ La Señorita Guardesa”. No final actuou o “Coral Santo Condestável”.
O encerramento do evento teve lugar no Teatro-Cinema local, na tarde de domingo. José Teles, Director do Fórum e membro da FPTA, moderou a sessão, fazendo os agradecimentos e homenagens aos participantes, especialmente ao grupo anfitrião. Com a sala repleta de intervenientes neste Fórum, alcunhado de “Fórum sobre rodas”, pela eficácia e celeridade da sua viabilização, Orlando Alves Presidente do Grupo Nun´ Álvares e Anabela Teixeira subiram ao palco para manifestarem a sua gratidão pelo sucesso do Fórum de Fafe. Pompeu Martins, Vereador da Cultura do Município de Fafe, também se congratulou com a realização de tão importante evento na “Sala de Visitas do Minho”. “Tenho a certeza absoluta que segunda-feira o Teatro em Portugal está melhor”, exclamou o autarca que firmou a posição da 




Câmara Municipal relativamente às instituições: “Queremos que as colectividades olhem para nós como parceiros leais, alguém que está para ajudar a cumprir uma missão com resultados concretos e não retóricos”, frisou Pompeu Martins que no final distribuiu lembranças da Autarquia.
Sandra Barradas, Presidente da Direcção da FPTA, “tirou o chapéu” ao Grupo Nun´Álvares e à Câmara Municipal de Fafe, nomeadamente ao seu Vereador da Cultura “que é também um artista”, referiu.



Foi em ambiente de festa e grande entusiasmo que os muitos participantes neste XI Fórum de Teatro fecharam a sessão entregando a bandeira ao grupo Getas do Sardoal, onde em Setembro próximo se irá realizar o XII Fórum.



Seguiram-se uma série de representações teatrais, fruto da aprendizagem adquirida, inspiradas no famoso “Morgado de Fafe Amoroso”. 
Fafe despediu-se de mais uma iniciativa cultural com abrangência ibérica, provando, mais uma vez, que sabe receber e tem prata da casa capaz e realizar grandes eventos culturais.






Sem comentários: