NAVEGUE PELO BLOGUE

4 de abril de 2013

EVOCAÇÃO DOS 50 ANOS DO INÍCIO DA GUERRA COLONIAL


 
 
 
A Câmara Municipal de Fafe, com o apoio de diversas entidades locais e associações representativas dos antigos combatentes, vai levar a efeito um conjunto de actividades de evocação do cinquentenário do início da guerra em África, entre 2013 e 2014. O primeiro ato desse programa acontece já esta sexta-feira 5 de Abril, a partir das 21h30, na Casa Municipal de Cultura de Fafe, com uma Conferência sobre a Guerra Colonial, pelo coronel Carlos Matos Gomes, seguida da abertura da exposição itinerante do Museu da Guerra Colonial "Uma História por contar", a qual se mantém patente até 19 de Abril. Outras iniciativas previstas, com a colaboração de entidades como o Núcleo de Artes e Letras de Fafe, o Cineclube de Fafe, a editora Labirinto e os agrupamentos escolares do concelho, são uma exposição/feira de livro sobre o tema, recital de poesia sobre a guerra colonial, um Curso Livre de História Local, do Núcleo de Artes e Letras sobre a temática “Fafe e a Guerra Colonial”, um ciclo de cinema sobre a Guerra em África, exposições e teatro alusivo ao tema, culminando, em Abril do próximo ano, com a edição de uma obra de testemunhos e textos de antigos combatentes de Fafe (Fafenses na Guerra Colonial, 1961-1974). O coronel Matos Gomes, actualmente na reserva, cumpriu três comissões, em Moçambique, Angola e Guiné como oficial dos «Comandos». Condecorado com as medalhas de Cruz de Guerra de 1ª e de 2ª Classe. Pertenceu à primeira Comissão Coordenadora do Movimento dos Capitães na Guiné. Foi membro da Assembleia do MFA. Além da sua carreira militar dedicou-se a estudos de História Militar, tendo publicado em co-autoria com Aniceto Afonso as obras Guerra Colonial e Portugal na Grande Guerra. Com Fernando Farinha, publicou Um Repórter na Guerra. É autor da obra Moçambique 1970 – Operação Nó Górdio, da colecção Batalhas de Portugal. Como romancista publicou os romances: Nó Cego, ASP-de passo trocado, Soldado, Os Lobos não Usam Coleira, O Dia das Maravilhas e Flamingos Dourados. Na área do cinema e do audiovisual colaborou com Maria de Medeiros no filme Capitães de Abril e com Joaquim Leitão nos filmes Inferno e 20.13. É autor do argumento do filme Portugal SA, de Ruy Guerra. Participou nas séries documentais Portugal Século XX e Um Século Português. Entre 2011 e 2014 evocam-se os 50 anos da Guerra Colonial, que deflagrou em Angola (1961), depois na Guiné (1963) e finalmente em Moçambique (1964).

Fonte: Município de Fafe

Sem comentários: