NAVEGUE PELO BLOGUE

10 de maio de 2013

ABOIM RECEBEU 150 PROFESSORES



 

 

Integrado nas 4ªs Jornadas Literárias está a decorrer o Curso de Formação intitulado “Viagens na Minha Terra-Fafe” destinado a docentes e educadores de infância.

No passado sábado, 4 de Maio, decorreu mais uma jornada que teve início, pela manhã, na Sala Manoel de Oliveira onde foram ouvidas duas comunicações: «Pedaços de Minho Religioso» por António Gonçalves e «Património Natural de Fafe» da responsabilidade José Salsa.




Cerca das 12h00, centena e meia de participantes encheram a nave do santuário da Senhora das Neves na Lagoa para uma recepção preparada pelo pároco Albano Sousa Nogueira que falou da história e tradição daquele emblemático templo. Um coro feminino cantou alguns cânticos dedicados à Senhora das Neves e no final foram poucos os que resistiram em colocar a “Santinha” na cabeça para afugentar o Diabo. O grupo seguiu depois, a pé, pelo antigo caminho da Ramalheira, agora convertido em itinerário pedestre sinalizado. Uma paragem na velha capela de S. João da Ramalheira brindou os participantes com uma demonstração da extracção artesanal de casca de carvalho com o som de fundo de dois jovens saxofonistas. A figura de um frade (Carlos Afonso) surgiu do interior do pequeno templo para contar uma história fictícia inspirada nos mistérios da Ramalheira. Jesus Martinho fez uma abordagem histórica da mais antiga capela do concelho.
 
 

Após um revigorante pequeno-almoço a comitiva seguiu pelo percurso pedestre guiada por membros dos “Restauradores da Granja”. Aqui e ali, no meio de inebriante paisagem, surgiram figurantes representando cenas rurais de antanho. No parque de merendas de Aboim foi servido um almoço tradicional animado por concertinas e cantadores locais. A meio da tarde dois grupos alternaram em visitas ao moinho de vento interpretadas por António Novais e as apresentações sobre o património ancestral do município pela voz de Jesus Martinho da Associação Atriumemoria.
 
 

Foi uma jornada muito agradável e culturalmente enriquecedora com a hospitalidade que caracteriza as gentes de Aboim a deixarem um sentimento generalizado de voltar um dia à Aldeia Pedagógica da Montanha e do Centeio.

 





Sem comentários: