NAVEGUE PELO BLOGUE

18 de maio de 2013

CIDADE VAI GANHAR NOVA PRAÇA - DA JUSTIÇA







A proposta apresentada refere-se a uma intervenção urbana localizada entre as ruas: Combatentes da Grande Guerra, João XXIII e Dr. Maximino de Matos, mais concretamente no logradouro posterior do edifício do Tribunal.

Esta intervenção está relacionada com a consulta pública levada a efeito pelo município, onde se punha em causa a eventual deslocalização ou permanência do monumento da “Justiça de Fafe”.




O projeto pretende requalificar esta zona que, pelo interesse da permanência deste monumento, por motivos culturais e identidade simbólica, se considere necessária uma requalificação de forma a transformar este espaço de circulação numa área de permanência de utilização pública, proporcionando a valorização do símbolo e consolidar o tecido urbano.

Esta proposta levou em consideração a caraterização formal dos perfis dos arruamentos, passeios e a praça, definição das matérias de revestimento e pavimentações, caracterização das zonas arborizadas, dos sistemas de iluminação pública e do mobiliário urbano.

MOTIVOS QUE JUSTIFICAM A INTERVENÇÃO

Esta requalificação surge da necessidade de integrar este espaço, pelo facto deste surgir sobrelevado relativamente aos arruamentos adjacentes, mantendo-o desvalorizado com vegetação densa, excluído na utilização, convertendo-o num espaço de socialização, ponto de encontro, permitindo a celebração de vários acontecimentos, valorizado com mobiliário urbano e vegetação que potenciem novas utilizações.



Outro motivo que justifica esta intervenção é o facto de o lugar centralizar os edifícios do Tribunal e dos Correios de digna qualidade arquitetónica com caraterísticas peculiares do período em que foram construídos, destinados à utilização pública, podendo desta forma consolidar e valorizar o património existente.

A requalificação deste espaço público demonstra a atenção que se pretende atribuir tanto ao monumento simbólico da “Justiça de Fafe”, como também ao espaço de utilização coletiva.




 CRITÉRIOS GERAIS E OBJETIVOS DA INTERVENÇÃO

As propostas apresentadas neste projeto de requalificação de espaço público têm os seguintes critérios e objetivos:

• Contribuir para requalificar o espaço coletivo, reforçando a unidade com os restantes sistemas espaciais existente na malha urbana.

• Apresentação de soluções tipológicas e construtivas que introduzam qualidade ao espaço e proporcionem ao mesmo tempo um espaço multifuncional, podendo ser utilizado para diversos eventos, como alternativa à praça 25 de Abril, nomeadamente colocação de palco para espetáculos ao ar livre.

• Afirmar este espaço como público, de acesso a todos, eliminando a plataforma superior ajardinada, que contribui para um espaço de exclusão.

• Valorizar as estruturas espaciais contribuindo para destacar essencialmente o monumento simbólico da “Justiça de Fafe” e outros elementos construídos importantes.

• Criação de um talude ajardinado com bancos distribuídos de forma aleatória com o objetivo de propiciar um lugar de contemplação.

• Proporcionar um prolongamento do acesso pedonal, integrando assim a Rua dos Combatentes da Grande Guerra e a Rua Dr. Maximino de Matos.

• Caraterizar e valorizar o edifício do Tribunal através de uma delimitação ajardinada, integrando-o no espaço proposto, mantendo a sua unidade e independência espacial.

• Reorganizar e ajustar tanto as dimensões das faixas de rodagem como também o estacionamento das ruas contíguas.

• Melhoramento das condições de conforto e segurança dos peões.

• Definição de opções que estabeleçam uma ordem funcional, hierarquizando o espaço, definindo as suas utilizações.

• Introdução e/ou melhoramento de infra-estruturas urbanísticas.

Fonte: Município de Fafe

Sem comentários: