NAVEGUE PELO BLOGUE

11 de novembro de 2013

TELEFONE CHEGOU FINALMENTE A FAFE

   


A inauguração oficial do telefone em Fafe ocorreu no Domingo, 25 de Janeiro de 1931, na Estação de Telegrafo Postal, em pleno centro da Vila.
Foi uma cerimónia simples, presidida pelo Eng. Francisco Campos Pereira e o então Presidente da Câmara Municipal, Dr. António Brito.
Em 1932 Fafe tinha 32 assinaturas de telefone: duas cabines públicas, na Estação de Telegrafo Postal e no Club Fafense. Os empresários foram os primeiros a aderir a este melhoramento. Serviços como o Hospital da Misericórdia, Câmara Municipal e Bombeiros Voluntários foram também pioneiros na utilização do Telefone em Fafe que, na altura, não era para qualquer bolsa. A taxa telefónica para Lisboa era de 8$30 por cada três minutos; ligar para o Porto, Santo Tirso, Famalicão, Gaia, Vila do Conde e Póvoa de Varzim tinha o custo de 3$20; para a Figueira da Foz e Coimbra, 5$90; para Braga, 3$20; chamadas para Guimarães e Vizela, 1$50 e finalmente para as Taipas, 2$50, preços considerados muito elevados para este inovador meio de comunicação.
Três anos depois o número de assinantes aumentou em apenas sete utilizadores. Uma década após a inauguração da rede telefónica, Fafe tinha quarenta e três números distribuídos.





Indicação de cabine pública de telefone que se conserva há décadas na fachada
da pastelaria "Sãozinha" na Praça 25 de Abril. 






Reprodução do jornal "O Desforço" de 29 de Janeiro de 1931



Reprodução do "Almanaque Ilustrado de Fafe", 1932




Sem comentários: