NAVEGUE PELO BLOGUE

21 de fevereiro de 2015

PEQUENA PRECIOSIDADE ARTÍSTICA IDENTIFICADA EM FREITAS






A nossa curiosidade pelo património, nomeadamente pelos pormenores, que muitos não conseguem ver, levou-nos à observação atenta de um pequeno painel de azulejos adossado no muro poente da Quinta do Corvo em Freitas.



Identificada a assinatura da autoria no canto inferior esquerdo do painel: “V. Lamego, Lisboa”, verificámos tratar-se de um trabalho concebido pela afamada Fábrica de Cerâmica da Viúva Lamego sediada em Lisboa, fundada em 1849 por António da Costa Lamego.

Esta preciosidade artística foi certamente encomendada na primeira metade do século XX, altura que a referida fábrica iniciou forte produção de azulejaria pelo mundo.




Fafe também foi contemplada com um trabalho da “Viúva Lamego”, em Freitas.


Nas questões do património, o pormenor pode marcar a diferença.

Sem comentários: