NAVEGUE PELO BLOGUE

30 de março de 2015

CASA “BRASILEIRA” FOI RESGATADA



Uma das mais antigas e emblemáticas casas da designada "arquitectura brasileira", localizada na Rua Monsenhor Vieira de Castro, na cidade de Fafe, está a ser alvo de recuperação e reabilitação.

O imóvel, datado de 1885, foi recentemente adquirido por um fafense que quer anonimato. Mais um mecenas que, por amor à terra e gosto pelo património, resolveu investir naquele belo edifício histórico, abandonado há vários anos.

“A intervenção terá o cuidado de recuperar e manter a traça original da casa, adaptando-a a uma função muito próxima à da sua origem”, revelou o promotor da obra, que afirmou ainda, depositar total confiança na equipa que escolheu para esta intervenção.

O Gabinete Arq&Art, Arquitectura e Engenharia, concebeu o projecto e acompanha a obra com os técnicos: Gil Soares (Arquitecto), Tiago Ribeiro (Engenheiro) e Edgar Costa (Arquitecto).
O edifício será reabilitado para cinco apartamentos e três parcelas destinadas a comércio e/ou serviços.

A Rua mais “brasileira” da cidade ganha, desta forma, um novo impulso na recuperação do ainda rico património edificado por “brasileiros”, fafenses de torna viagem, que um dia, por amor ao seu torrão natal, investiram parte das suas fortunas no preponderante desenvolvimento de Fafe.



Uma nova luz para a preservação de património "brasileiro"







A propósito deste imóvel, o saudoso historiador Miguel Monteiro, referiu, na sua obra Fafe dos «Brasileiros» o seguinte: "José Luís Mendes de Oliveira e Castro, solteiro, natural de Fafe, encarregou o seu amigo José Florêncio Soares de dirigir a construção desta casa...  
Esta casa, de estrutura vertical, possui paredes grossas, de pedra. e soleiras, ombreiras e esquinas, de cantaria. A fachada, composta de rés-do-chão e andar, onde sobressai a varanda a toda a largura do edifício, estreita, com guardas de ferro, está coberta de azulejos, remata, à frente, com uma platibanda em cantaria".




1 comentário:

Kunha disse...

Só pessoas boas, que amam a sua terra e que podem investir tomam decisões acertadas.
Parabéns ao investidor.