NAVEGUE PELO BLOGUE

21 de janeiro de 2017

IGREJA ROMÂNICA DE ARÕES A Inscrição Comemorativa da Dedicação

Inscrição de Dedicação da Igreja Românica de Arões

A igreja paroquial de S. Romão de Arões é um dos mais antigos templos do concelho de Fafe.
Ao longo de 780 anos, a igreja sofreu várias intervenções que interferiram na sua traça original, que jamais será conhecida.
O único Monumento Nacional do Município de Fafe, datado do século XIII, chegou aos nossos dias com uma arquitectura românica, recriada pelas profundas alterações estruturais realizadas, sobretudo, no século XVIII e, já no século XX, com a operação de “cosmética” processada pela extinta Direcção Geral dos Edifícios e Monumentos Nacionais.
Muito mais podemos escrever sobre a Igreja Românica de Arões. Oportunamente daremos mais informação.
Neste apontamento vamos centra-nos numa inscrição localizada no timpano do portal lateral Sul da igreja.

Leitura:

ABBAS • DOmNus • GOMEX [Sic] / Era • Ma • CCa • 2XXa • V • MENSE / MÁRCIO • XX • II • DIE • MENSIS • DE / DICATA • EST • HOC • EC-CLESIA • AB / ARCHIEPiscopO • DomNO • SILVESTRO •

Deixamos aqui a leitura de Mário Barroca (1) por considerarmos a mais verosímil de todas as outras feitas anteriormente, por diversos autores.
Esta inscrição testemunha a cerimónia de Dedicação da igreja de Arões pelo Arcebispo de Braga D. Silvestre Godinho, sendo pároco D. Gomes Martins, em 22 de Março de 1237.
O ritual de Dedicação de um templo “constituia a celebração mais longa e suptuosa da litorgia romana: não podia demorar menos de cinco horas.” (2)
Fica o breve apontamento de uma pedra inscrita que representa o início do culto de uma igreja cheia de história que, em domingo, 22 de Março de 1237, viu o fervilhar da fé da pequena e humilde comunidade aronense, há 780 anos.

(1) BARROCA, Mário, Epigrafia Medieval Portuguesa (862-1422), Lisboa, 2000
(2) SARTORE, S.; Triaca, A., Dicionário de Liturgia, p.290

Sem comentários: