NAVEGUE PELO BLOGUE

29 de junho de 2018

FESTAS DO CONCELHO SENHORA DE ANTIME 1977

Cartaz
Folheando jornais fafenses de 1977, encontrei uma primeira notícia que revelava a falta de pessoas interessadas em constituir a Comissão de Festas... caso, aliás, comum ao longo da história das Festas do Concelho.
Em Abril, muito por insistência dos órgãos locais de comunicação social, lá se começou a trabalhar no programa que, mesmo com o tempo apertado, acabou por ser do agrado geral.

FAFE ENCETOU OS "JOGOS SEM BARREIRAS"

Num programa de três dias, sábado, domingo e segunda-feira, participaram os grupos de Zés Pereiras e Gigantones de Passos (Fafe) e de Ponte da Barca. A Banda de Revelhe deu concerto na Praça 25 de Abril e no Parque Municipal de Desportos, pela primeira vez em Portugal, realizaram-se os "Jogos sem Barreiras", em colaboração com a Rádio-Televisão Portuguesa, com a participação de vários concelhos dos distritos de Braga e Viana do Castelo.

Seguiram-se variedades com "Fados e guitarradas" por Natércia Maria e o Conjunto "Shegundo Galarza", que abrilhantaram uma noite que finalizou com nova actuação da Banda de Revelhe e, pelas 22 horas, inauguração das iluminações encomendas a Armando Lira de Felgueiras.

REVISTA À PORTUGUESA COM CAMILO DE OLIVEIRA

No domingo a multidão participou e assistiu às procissões das Senhoras da Misericórdia de Fafe e Antime. Durante a tarde desfilaram as Bandas de Golães e Musical de Felgueiras. Actuaram os Ranchos Folclóricos de Celorico de Basto e da Corredoura de Guimarães. À noite, o Jardim do Calvário recebeu o comediante Camilo de Oliveira com um "grande elenco", na Revista "Camilo em Férias".
No fecho da noite, sessões de fogo de artifício a cargo de Gaspar Avelino Fernandes, concessionário da firma António J. Fernandes & Filhos, de Lanhelas.

Segunda-feira, último dia dos festejos, durante a tarde, actuou o Rancho Folclórico de Moldes e realizou-se um Festival Infantil no Jardim do Calvário.

Na "Grande Noite do Povo", fafenses e forasteiros assistiram às actuações de conjuntos típicos e Ranchos Folclóricos, no centro da vila, onde também desfilou a Fanfarra de Matosinhos e houve fogo preso no "passeio da arcada".

Pelas 24 horas saiu a Marcha Luminosa com "algumas falhas", mas que foi do agrado do numeroso público assistente.

As Festas do Concelho, Senhora de Antime 1977 encerraram com uma "grandiosa" sessão de fogo de artificio pelos pirotécnicos Sousa & Irmão de Ponte da Barca.


Sem comentários: